Brincadeira do corte da gravata, sim ou não?

quinta-feira, 10 de setembro de 2015 Postado por: Maria Carolina Costa COMENTE!



Tenho recebido algumas perguntas de noivas que tem dúvidas se devem ou não fazer a famosa brincadeira da gravata. Para quem não sabe, essa brincadeira é bastante comum em festas de casamento, ao menos aqui em São Paulo eu vejo muito, e ela consiste em um grupo liderado pelo noivo que passa por todas as mesas vendendo pedaços da gravata do noivo. O objetivo principal é arrecadar um valor considerável para ajudar os noivos seja no pagamento de despesas da festa, nos gastos com a lua de mel ou até mesmo para fazer a primeira compra de supermercado do casal.

Claro que com o passar do tempo a brincadeira foi mudando um pouco, hoje o mais comum é que o casal providencie pequenas gravatinhas ou até mesmo chaveiros com formato de gravata e entregue aos convidados que contribuírem. Tem se tornado cada vez mais comum também as mulheres se reunirem junto a noiva e passarem por todas as mesas pedindo dinheiro e entregando chaveiros em formato de sapatinho.

Na minha concepção não vejo problema algum na brincadeira, contanto que seja sadia, o que dificilmente ocorre, não é raro alguns convidados se sentirem humilhados pelo grupo liderado pelo noivo por não contribuir com quantias mais altas. Recentemente começou a ser utilizado até mesmo alguns adesivos com dizeres depreciativos como: mão de vaca, já dei pro noivo, pão duro, tô duro, tô liso, duro e quebrado e etc, e se o convidado não for uma pessoa bem humorada isso pode gerar alguns probleminhas.

Muitas pessoas não se importam mas sempre há aqueles que podem se sentir mal com a brincadeira, então eu pergunto, como proceder?

Creio que antes de decidir se irá ou não realizar esta brincadeira em sua festa, vale a pena considerar alguns pontos:

1# Histórico de festas de casamento na família do casal

Na últimas festas da família em que você esteve presente você se lembra se houve essa brincadeira? Na minha família, por exemplo, esse tipo de brincadeira já virou tradição, em todos os casamentos há a famosa brincadeira da gravata, tanto é que todos os convidados já costumam ir preparados, principalmente os homens.

Caso a brincadeira seja comum nos eventos da sua família, não vejo problema algum em você também fazer na sua festa.

2# Ainda no histórico de festas de casamento na família

Se você já presenciou este tipo de brincadeira nas festas que frequentou, se lembra de algum comentário sobre determinado convidado que possa ter se sentido desconfortável?

Caso sim, já deixe o noivo avisado para que tome cuidado no momento de passar na mesa deste convidado e evite comentários que possam ser interpretados como ofensivos.

3# Possíveis convidados que possam não gostar da brincadeira

Você e seu noivo conhecem as pessoas que estão convidando para sua festa, conseguem pensar em alguma pessoa que talvez não goste da brincadeira ou que necessite de um cuidado maior durante a abordagem na festa?

Sempre tem um convidado que não gosta, portanto, antes de iniciar a brincadeira, que normalmente é feita pelos amigos do noivo, peça ao noivo para avisar os amigos para não pegarem pesado com este convidado e evitem muitos comentários que possam ser mal interpretados.

4# Possíveis convidados que podem pegar pesado na brincadeira

Sempre tem aquele amigo do noivo que pode acabar fazendo comentários ofensivos, portanto, peça ao noivo que converse com este amigo para evitar problemas.

5# Qualquer contribuição é bem vinda

Já vi em muitos casamentos os amigos do noivo pedindo valores mais altos, como R$ 50,00 e R$ 100,00, e zombando de convidados que não contribuem com tais quantias e é exatamente nesse momento que alguns convidados pegam pesado nos comentários e podem fazer com que aquele que está contribuindo com "pouco" se sinta desconfortável.

Mas se pensarmos um pouco no quanto o convidado já gastou para estar ali na sua festa poderemos perceber que talvez aquela quantia não seja tão pequena.

Imagine que um casal de convidados tenham que gastar uma média de:

  • R$ 20,00 - presente para o chá-bar ou chá de panela.

  • R$ 50,00 - presente para o chá de lingerie.

  • R$ 100,00 - presente para o dia do casamento.

  • R$ 200,00 - trajes para o evento.

  • R$ 50,00 - penteado simples.

  • R$ 30,00 - manicure e pedicure

  • R$ 20,00 - locomoção ou combustível.

  • R$ 20,00 - estacionamento.

  • R$ 10,00 - corte da gravata.

  • R$ 10,00 - sapato da noiva.
Total de R$ 510,00, confere?

Agora imagine se este casal tem filhos? Pois bem, não é vergonha nenhuma um casal contribuir com R$ 10,00 ou até menos na brincadeira da gravata, afinal, cada convidado já gastou uma boa quantia para estar ali te prestigiando.



Minha opinião? Se você acha que a brincadeira pode não ser bem vista, muitas pessoas acreditam que não seja de bom tom, ou até mesmo se você acha que seus convidados não se sentirão bem em contribuir, seja qual for motivo, não faça. Analise os pontos que citei acima e veja se vale a pena.

Caso você opte por fazer minha única ressalva é: peça ao noivo para conversar com seus amigos que irão lhe acompanhar na brincadeira para não forçar a barra com ninguém, afinal, é uma brincadeira, e brincadeira só é legal quando todos se divertem.

Mas a velha máxima ainda vale, a festa é sua meu bem, você deve fazer da maneira que sempre sonhou!

Agora quero saber de você, você vai ou não vai passar a gravata? Me conta aqui nos comentários!

Fonte da imagem: Talita Uoya